Lanternas Pradolux | Site Oficial

Os implementos rodoviários são de modo geral as partes complementares dos caminhões, como carrocerias e rebocados, e têm a função específica de transportar as cargas.

 

Quando falamos em implementos rodoviários, estamos tratando da carroceria do caminhão, e atualmente no mercado existem diversos modelos destes implementos rodoviários, que variam de acordo com a carga transportada, sendo eles:

 

Carga Seca: Esse implemento tem carroceria aberta e é usado para transportar cargas secas ou produtos não perecíveis, que não estraguem com chuva, sol ou vento. Podendo ter grade alta ou baixa, conforme as necessidades de armazenamento do produto.

 

Cegonha: São implementos que podem transportar até 11 veículos — ou mais no caso de motos.

 

Tanque: É utilizado para transportar produtos em pó, cargas líquidas ou conteúdos periculosos. Ele tem uma legislação própria e demanda cuidados extras para evitar vazamentos.

 

Baú: Ele é completamente fechado e tem apenas uma abertura lateral para fazer a carga e descarga dos objetos. Ele é utilizado para transportar fretes em geral.

 

Chassis: São aplicados em veículos de menor porte e usados para transportar bens nas áreas urbanas.

 

Catracas: Existem catracas de variados formatos, mas a finalidade desse item é dar mais estabilidade à carga, concedendo mais segurança e confiança ao motorista.

 

Bandôs: São bastante flexíveis, pois possibilitam fixar uma lona para impermeabilizar a carga, evitando que ela sofra com a ação da chuva, poeira ou terra.

 

Rebocados: São utilizados em trajetos mais longos pelo fato de ter maior comprimento e capacidade de carga. São comuns no transporte de mercadorias até o centro de distribuição e na área agrícola.

 

Escolher o implemento rodoviário correto é fundamental para auxiliar o motorista a aumentar a sua produtividade, é importante também que no momento da escolha o motorista leve em consideração as normas exigidas pelos órgãos regulamentadores, como a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e o Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Compartilhar

Comentários

Ainda não há comentários neste post.

Leave a comment

Traduzir »
Abrir
Precisa de ajuda?